16 de nov de 2010

Alguém me acerte com um tijolo!?

A vida não é tão complicada assim,por que nós,estúpidos mortais a tornamos difíceis!?
Por que inventaram o amor?
Por que inventaram o amor não resolvido?
Por que inventaram a dúvida?
Eu amo?Eu amei?Eu sempre amarei?

Meu coração está doendo muito!
Uma dor,que não parece ter início nem fim!
                                            Preciso de socorro!            
Preciso de Forças!
Há vezes que me sinto indestrutível e inabalável...
mas vem dias,situações,sonhos,pesadelos que me destrói!
Eu,que pensei que tudo já havia passado,tentando esconder e abafar meus sentimentos...
Mas um dia,a dor retorna... e se mostra forte,acabando com suas poucas forças!
Busco motivações,me alegro,mas dois minutos depois,já me bate a tristeza!
Por que esta tristeza!?
Eu que odeio me sentir assim!
Eu preciso mesmo de socorro!Não de consolo e nem pena!
Não é fácil para uma pessoa orgulhosa,admitir que precisa de ajuda!
Sabe quando lágrimas ficam presas em seus olhos,mas vc não as derruba,deixando as dentro de você!
Aff!

Alguém me acerte com um tijolo!?

"Eu não sei quem você é,mas sei quem poderia ser"

esta frase me deixou confusa!

EXPIRAIS

Se existe outra dimensãoEm que você não é vocêQuem é que sabe a direção
Pra encontrar quem não se vê?

Se o tempo sempre tem razão
E tudo sempre vai mudar
Pra que manter os pés no chão
Se todo mundo quer voar?


Boa Noite ;)


ps: Ficarei um tempo sem postar!

14 de nov de 2010

Como se não houvesse o amanhã! 'PAIS E FILHOS'

Estátuas e cofres
E paredes pintadas
Ninguém sabe
O que aconteceu...
Ela se jogou da janela
Do quinto andar
Nada é fácil de entender...
DORME AGORA
Uuummhum!
É só o vento
Lá fora...
Quero colo!
Vou fugir de casa!
Posso dormir aqui com vocês
Estou com medo, tive um pesadelo
Só vou voltar depois das três...
Meu filho vai ter
Nome de santo
Uummhum!
Quero o nome mais bonito...
É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã

Por que se você parar
Pra pensar
Na verdade não há...
Me diz, por que que o céu é azul
Explica a grande fúria do mundo
São meus filhos
Que tomam conta de mim...
Eu moro com a minha mãe
Mas meu pai vem me visitar
Eu moro na rua
Não tenho ninguém
Eu moro em qualquer lugar...
Já morei em tanta casa
Que nem me lembro mais
Eu moro com os meus pais
Huhuhuhu!...ouh! ouh!...
É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã

Por que se você parar
Pra pensar
Na verdade não há...
Sou uma gota d'água
Sou um grão de areia
Você me diz que seus pais
Não entendem
Mas você não entende seus pais...
Você culpa seus pais por tudo
Isso é absurdo
São crianças como você
O que você vai ser
Quando você crescer?